2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010
2009
2008
2007
2006
2005
2004
2003
2002

Neste ano, seguindo o Plano Estratégico 2015-2019, os programas Metamorfose e Olhando Além são aprimorados e a implantação do programa Comunidade em Rede se consolida.
No programa Metamorfose é mantido o CCA com a renovação de nosso convênio com a SMADS. O projeto Força da Paz é finalizado em outubro com excelentes resultados e, além dos educandos do Casulo, beneficia outros CCAs do território e a comunidade.
Para o aprimoramento do programa Olhando Além, é concluído um benchmarking com organizações sociais congêneres, e a experiência com o projeto Descobrir é avaliada. O grande destaque deste programa acontece na Mentoria, com o Casulo exercendo o papel de parceiro técnico da empresa InterCement, sendo responsável pela formação dos mentores voluntários.
O programa Comunidade em Rede, implementa atividades em cinco frentes, com destaque para o projeto Arte na Q’brada, concebido e realizado por jovens da comunidade. Igualmente importante é a facilitação e fortalecimento de redes, como a Rede Real Panorama, formada por moradores, organizações sociais e equipamentos públicos.

O Casulo completa 12 anos e nesse novo ciclo de mudanças importantes, define seu planejamento estratégico para o período 2015-2019 iniciado no final de 2014.
Destacam-se atividades com empresas, como o Programa Mentoria - Instituto Intercement, a Mentoria Acesso - Acesso Digital, e atividades lúdicas com o Carrefour, Atados e Carlotas, a 4ª edição do Dia do Bem Fazer, Foundation Day - Decathlon e Páscoa Mondelèz.
Na articulação de redes e interação com a comunidade, recebemos a presença da vice-prefeita Nádia Campeão para uma conversa com organizações e comunidade do Real Parque e Jardim Panorama. O evento teve papel importante na identificação dos ativos e necessidades dos moradores e OSCs do território.
Iniciamos o Força da Paz, projeto do Programa de Incentivo ao Esporte - PIE, com patrocínio da Mondelèz e tivemos o projeto Ciclo da Metamorfose, aprovado no Condeca.
No mês de julho, tem início o programa Comunidade em Rede para articular as atividades de interação comunitária do Casulo e estruturar projetos nessa área.

O Casulo iniciou um ciclo de importantes mudanças. Uma nova diretoria trouxe dinamismo, inovação social e um olhar mais focado no impacto social que a organização pretende atingir ao longo dos próximos anos. Em face desse ciclo, em agosto de 2014 é contratada Célia Schlithler para assumir a diretoria executiva e é deflagrado um processo de planejamento estratégico com participação de diversos atores ligados ao Casulo.

Inicia-se o projeto Futuro Ideal – Qualificação profissional em organização de eventos e lazer, aprovado pelo FUMCAD e apoiado por empresas como: Edenred, Promon, Camargo Corrêa e Instituto HSBC de Solidariedade.

Aprovado projeto Força da Paz, projeto de esportes, corpo e movimento nas modalidades boxe e karatê para crianças e adolescentes do Programa de Educação Integral do Casulo. Esse projeto é incentivado por Lei Paulista de Incentivo ao Esporte e apoio da empresa Mondelez.

Início do Polo de Beleza, com cursos nas áreas de: assistente de cabelereiro, depilação, maquiagem e manicure, em parceria com o FUSSESP.
Aprovado pelo FUMCAD e patrocinado pelas empresas como: Mondelez, SulAmérica, Credit Suisse e Promon, inicia-se o projeto Juventude Ativa – Qualificação profissional em varejo, para adolescentes de 14 a 17 anos. Realização do 1º casamento comunitário do Casulo para 20 casais e presença de 200 convidados.
No voluntariado corporativo, ocorreu a 3ª edição do Dia do Bem Fazer, Global Day of Giving, Pedala Casulo em parceria com EDP e Instituto Aromeiazero.

Recebemos o prêmio Caravana Walmart e apoio financeiro do Instituto HSBC de Solidariedade, que permitiu o aprimoramento e realização, por um período de 2 anos, de atividades de educação integral. Fomos contemplados com o prêmio Idealista da Intercement, por conta de mais de 300 horas dedicadas a ações de voluntariado.

Com metodologia do SENAC, realizamos o primeiro curso de Organização de Eventos e Lazer no Casulo.

No voluntariado, ocorreu a 2ª edição do Dia do Bem Fazer – ação do Instituto Camargo Correa, o Global Day of Giving da Agência FCB Brasil, além da participação de ações com as empresas Novelis e Mondelez.

Iniciamos a captação de recursos por meio da Nota Fiscal Paulista. Fomos contemplados com o prêmio Nike em parceria com Unisa.

Iniciamos o Projeto Multimídia, direcionado a adolescentes e jovens da comunidade, com abordagem de temas como: cultura, saúde, cidadania e responsabilidade social.

Realizada a 1ª Feijoada com as famílias do programa Metamorfose.

Alunos da educação integral idealizam e montam uma horta, com o aprendizado sobre o cultivo de alimentos e alimentação saudável.

Em setembro, um grande incêndio devasta parte das moradias da comunidade do Real Parque. O Casulo atuou como centro de recebimento de doações e apoio aos moradores.

O Casulo passa a ter nova constituição jurídica, ganhando autonomia e tornando-se organização social autônoma, independente do ICE.

Inicia-se uma parceria com o ESPRO – Ensino Social Profissionalizante, uma das maiores instituições de formação de jovens para o mercado de trabalho, com mediação e inserção no Programa Jovem Aprendiz.

No Casulo essa parceria deu início a um curso de capacitação para o trabalho, preparando cerca de 120 jovens para a primeira oportunidade de emprego em consonância com a Lei da Aprendizagem.

Implantado o Centro para Crianças e Adolescentes (CCA) – Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), serviço da Rede de Proteção Básica, em convênio com a SMADS – Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social de São Paulo. Tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento pessoal e social de crianças e adolescentes e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, atendendo 120 crianças e adolescentes.

É realizado o Projeto de Formação de Jovens Universitários, com 20 bolsas integrais para formação em pedagogia para jovens da comunidade do Real Parque e Jardim Panorama. O curso foi realizado no Instituto Singularidades, considerada uma das melhores universidades da área.

É escrito um livro sobre a história da Biblioteca Comunitária do Casulo.

Realizada a primeira publicação – “Agente jovem de desenvolvimento social e humano: Observatório Real Parque e Jardim Panorama“, fruto do projeto de pesquisa Observatório Social, realizado por jovens dessas comunidades participantes das atividades do Casulo.

Em parceria com a organização Cidadão Pró-Mundo, inicia-se o curso gratuito de inglês para jovens da comunidade.

Foram realizadas atividades e oficinas culturais de Teatro, Danças Brasileiras, Artes Plásticas Fábrica de Desenhos Desenho e Multimídia para 154 adolescentes da comunidade.

Inicia-se uma estrutura metodológica da Biblioteca Comunitária, organização e sistematização de acervos e realização de atividades circulante, como leituras nas comunidades e saraus.

Casulo leva para o V Fórum Social Mundial, em Porto Alegre, 90 jovens participantes de seus projetos, moradores do Real Parque e Jardim Panorama.

É implementado o Projeto Jovens Urbanos, uma iniciativa da Fundação Itaú Social e CENPEC, que ofereceu oficinas educativas, culturais e tecnológicas.

O Casulo é escolhido pelo Ministério da Cultura, para tornar-se um ponto de cultura.

Em novembro acontece o 1º Sarau da Biblioteca Comunitária do Casulo.

É lançada a publicação – “A Real do Parque: uma pesquisa participante”.

Em 15 de abril de 2003 é inaugurado o Projeto Casulo em uma área de 3.500 m², cedida pela Prefeitura do Município de São Paulo.

O prédio foi construído graças a parcerias do ICE - Instituto de Cidadania Empresarial - formado na ocasião por um grupo de 20 empresários.

O ICE - Instituto de Cidadania Empresarial, decide empreender um projeto em São Paulo e promove um diagnóstico participativo na região do Real Parque e Jardim Panorama.

A partir desse diagnóstico são identificadas as demandas da comunidade e é iniciada a construção do prédio do Casulo.